sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Lendo um livro: minha primeira experiência


Se comecei tarde ou não sinceramente eu não sei, mas hoje eu li pela primeira vez um livro para minha filha. Sempre tive minhas dúvidas quanto ao tempo certo para ler. Costumam aconselhar que o mais certo é quando a mulher ainda está grávida. Mas posso dar o meu pitaco? Amo ler e tenho sentido falta disso, mas na gravidez minha cultura principal era dormir e comer.

Dia 21/10 ela completou 1 ano e 6 meses de (presença na minha) vida, e sempre achei que ela fosse 1 mês atrasada com relação ao que costumo ler sobre desenvolvimento. Mas é claaaro que isso não me encanava e nem me encana. Mas na minha cabeça e até já tentei meses atrás ler algo para ela, mas sem sucesso. Pensei então deixar para depois dos 2 anos dela.

Como essa semana eu recebi os livros da Coleção Itaú de livros infantis, me empolguei, me bateu uma curiosidade de como seria o comportamento dela quando eu começasse a ler. Você que é mãe e pai entende, que qualquer coisa nova que acontece com nossos filhos é motivo de gravação, fotos, diários, qualquer coisa que possamos guardar para sempre aquele momento sempre considerado especial.

Por recomendação de uma amiga mãe, eu li para ela o livro Adivinha quanto te amo. A história é uma graça. Já imaginou tentar encontrar algo imenso que pudesse medir o quanto o filho ama os pais e vice-versa? O livro conta como!

A minha experiência lendo pela primeira vez foi ótima! Eu achando que ela não ia prestar atenção ou ia sair e me deixar falando sozinha, mas a reação foi outra, diferente de como imaginava. Gostei tanto que li pela segunda vez e gravei! Isso me motivou a continuar de agora em diante.

Na verdade achei super engraçado. Ouça a gravação que fiz questão de compartilhar.



Por favor, não liguem para a minha voz!

8 comentários:

  1. ola juliana
    muito fofo esse livro né!?
    eu amooo muito essa historia mais q os meus pqnos,
    Parabéns pela iniciativa e vo te dizer vc leva o maior jeito pra contar Historias até eu prestaria atenção muito legal mesmo
    bjuss (@dannioliv)

    ResponderExcluir
  2. @DANY oi querida! Obrigada pela indicação, eu também achei uma graça a história! Agradeço a sua visita e volte sempre!! Bjus Ju

    ResponderExcluir
  3. Aqui em casa o meu filho adora os livrinhos, ás vezes deixa até os brinquedos de lado!
    Beijos,
    Ana Carolina
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  4. Oieee,

    Eu leio para o Pedro desde a barriga, pq sou louca por livros, tipo traça mesmo! rsrsrs
    Na gravidez da Cacá estava terminando a facul e por isso, lia os livros do TCC em voz alta pra ela tb, era engraçado, os temas todos sérios e eu falando com a barriga pra me ajudar a entender! alokaaaa!! :P
    Ler é bom demais!!

    Bjos,

    Loreta#amigacomenta;)
    @bagagemdemae

    ResponderExcluir
  5. Oi. Eu já li para o Cuque, mas ele ainda não para e escuta. Vou insistir, daqui a pouco ele começa a entender também né? rsrssrs
    Que fofura ela interagindo com vc!
    Bjinhuxxx
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  6. Que bom que começou a leitura. Eu leio para Alice desde que ela estava na minha barriguinha. rsrs! Acho importantíssimo, ajuda eles aprenderem a gostar da leitura! rsrs
    Beijão e uma bela iniciativa!

    ResponderExcluir
  7. Agora uma pergunta, quem é que estava contando a história mesmo? Engraçado que ela ía mudando a entonação, rsrsrs. É isso aí, vai lendo que ela vai desenvolvendo o gosto e de quebra aprendendo o "sabor" das palavras.

    ResponderExcluir
  8. Oi Juliana,
    eu leio muito e desde cedo para as minhas meninas. Adoro esse momento contação de histórias, mexer com imaginário.
    Os livros da coleção Itaú são ótimos.
    Adorei a contação por aí.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar seu comentário, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...