terça-feira, 11 de outubro de 2011

Blogagem Coletiva - COMO ERA SER CRIANÇA NA MINHA INFÂNCIA


Oba, um assunto bem divertido para mim! Falar sobre a minha infância. Por isso decidi participar desta Blogagem Coletiva, organizada pela Ingrid Strelow do blog Desconstruindo a Mãe.

Graças a Deus não posso reclamar da minha infância. Tinha as festinhas do meu aniversário e a festinhas que era convidada. Gostava de pegar os docinhos da mesa, de colocar o chapéuzinho, de ficar assoprando língua-de-sogra e guardava para usar por vários dias. 


Gostava das reuniões de revistas como a Tupperware, minha mãe me levava e eu participava da parte principal que era comer os lanches. Quando dormia na casa da minha prima ou amiga, ou elas na minha, ficávamos conversando e só íamos dormir às 06h00 do dia seguinte, pois ficávamos contando histórias, ríamos até doer a barriga ou chorávamos até inchar os olhos.


Gostava dos aniversários em que tinha que quebrar ovo na cabeça do aniversariante. Brincava de pega-pega, esconde-esconde, queima. Como tenho irmão, brincava com ele e com os amigos dele de rodar pião, bolinhas de gude, pipa (e tinha o apoio e torcida dele). 


Aos domingos eu saía pela rua com as amigas para andar de bicicleta (não para fazer ginástica, mas por diversão mesmo), e era uma época que não tínhamos medo, pois não tinha tanto perigo com acidentes ou assaltos (maldades em geral).


Pulava muro para brincar com a vizinha, uma pedia para a mãe da outra. Gostava dos desenhos que passava na época (ainda os desenhos tinha pessoas) e hoje só tem monstros, pessoas desconfiguradas, mutiladas.


Era bom acordar, tinha café da manhã me esperando, ajudava a mãe em uma coisa ou outra, assistia desenho, sessão da tarde, brincava, tinha janta pronta e depois ia dormir (só isso e mais nada). No frio minha mãe me enrolava na  coberta para não me descobrir durante a noite. Quando tinha pesadelos ia até quarto dos meus pais pedindo para dormir no meio deles. Dormia mas quando acordava estava na minha cama de novo. 


À noite eu A-M-A-V-A deitar nas costas do meu pai enquanto ele "assistia" o Jornal Nacional (na verdade já estava dormindo). Eu pegava no sono e ele me colocava na cama...me deu vontade de chorar...que época gostosa...


Eu não gostava de apanhar, mas fazer o quê se eu fazia malcriação? Era uma época em que os pais podiam dar uns petelecos e não era presos por estarem ensinando o que era certo para nós filhos.


Tenho muitas coisas para contar, mas essas foram as que mais marcaram na minha vida e lembro como se fosse hoje. Só tenho que agradecer os meus pais...


13 comentários:

  1. Adorei! Você descreveu sua infância lindamente.Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliana,
    também amava língua de sogra. Hoje são tantos brindes nas festinhas de aniversário que a língua de sogra perdeu o seu valor, né? Mas que era uma delícia, ah isso era.

    Me emocionei com a imagem de você deitada nas costas do seu pai. Delícia de carinho.

    Muito bo falar da infância.

    Eu só voupoder colocar o meu post amanhã, mas ele já está prontinho. Enquanto isso estou me divertindo com todas as participações.

    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Gente muito obrigada pelo carinho e pela visita, quero e vou retribuir a visita de vocês! Bjus Ju

    ResponderExcluir
  4. @Vera Ferreira C Oi Vera, obrigada pela visita! Vou passar lá no seu! bjus Ju

    ResponderExcluir
  5. @Chris Ferreira Oi Chris, quero ver seu post também viu! Bjus Ju

    ResponderExcluir
  6. Minha mãe vendia Tupperware! Eu odiava as reuniões, até porque tinha que ajudar a carregar a traquitana toda.

    bjks

    ResponderExcluir
  7. Juliana,
    ligua de sogra, 'roupinha' nas garrafas de refri, ralar joelho...
    Tem coisas que um iPad hoje, por mais bacana que seja, não substitui.
    Parabéns pelo post!
    Paulo
    incubandoideias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. @Tuka Siqueira pois é e mesmo assim não deixou de ser uma lembrança de infância. Eu não gostava de secar louça...ficava irada quando minha mãe pedia. Obrigada viu! Bjus Ju

    ResponderExcluir
  9. @Paulo Lima vc disse uma verdade, um iPad não substitui a fase que vivemos na nossa infância. Se puder vou passar essa diversão para a minha filha!
    Obrigada pela visita!
    Juliana

    ResponderExcluir
  10. Tempo bom, ser criança...
    Um beijo
    Gabi
    www.minhas3meninas.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Juliana...foi muito bom ser criança na nossa época, hoje é diferente e temos que acompanhar e mostrar alguns caminhos diferentes...
    Acredite eu amo a Saga Crepúsculo também...já li e reli a saga quatro vezes e o filme várias vezes.Outro dia estava passando na na sla, e vi meu filho falando para o pai, passa logo o canal, se a mãe ver, perdemos o controle da TV e o pior perderam...hahaha Adorei seu blog e fiquei!
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  12. Oi, Juliana, bom dia!

    Acho que algumas das coisas que descreveste ainda acontecem na nossa casa e é com alegria que ao ler o teu relato pensei: aprendi com os gestos de carinho de meus pais.

    Todas as noites confiro se as crianças estão cobertas e digo em seus ouvidos que desejo que tenham bons sonhos, ainda que estejam dormindo a muito tempo... E de manhã ou nas noites de mais frio eles correm pra nossa cama pra se aninhar!

    Obrigada por me lembrar de coisas gostosas e por ter topado compartilhar tua infância na blocagem coletiva!

    Beijo,
    Ingrid

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar seu comentário, volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...